Viagem de Avião – Cuidados com Problemas de Saúde

Vote nessa matéria: 1 estrela2 estrelas3 estrelas4 estrelas5 estrelas6 estrelas7 estrelas8 estrelas9 estrelas10 estrelas

     





Para esta terceira parte das matérias relacionadas a cartilha publicada pela Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo, a “Doutor, Posso Viajar de Avião?”, vamos tratar de outras doenças que podem incapacitar a pessoa de viajar de avião.

Passageiros com câncer, cirurgia ou traumas recentes, distúrbios de coagulação ou gravidez, devem evitar voos com mais de 4 horas de duração, isso porque nestes voos existe a possibilidade destes passageiros sofrerem algum tipo de trombose.

Segundo o manual, há maneiras de prevenção contra a trombose; como a hidratação adequada; usar roupas leves; fazer movimentos leves no tornozelo; frequentemente mudar a sua posição no assento; não tomar remédios para dormir, café ou bebidas alcoólicas; e caso esteja no grupo de risco, procure um médico para obter melhores conselhos.

Falando agora de anemias, independente de sua causa, caso os seus níveis de hemoglobina forem menores que 8,5 mg/dl, a pressão do oxigênio durante a viagem podem ocasionar pontos cegos na visão (os chamados escotomas) e perda de consciência. O auxílio de oxigênio durante o trajeto pode ajudar a evitar tais transtornos.

Um dos temas que mais se falam quando há alguma viagem de avião, é o enjoo. Geralmente quem apresenta tal problema, são pessoas que já sofrem desse mal quando andam de navio, carro e até de ônibus. Se for o seu caso, a recomendação é ter uma alimentação leve antes de efetuar o voo, e durante ele, procure sentar-se próximo a asa.

Para ver na íntegra o manual, acesse o site da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo.

Acesse mais informações nos temas a seguir:


Participe! Deixe um comentário sobre esta matéria.

Quer realizar um comentário?

*





RSS RSS (comentáos)